Em Copenhaga, na Dinamarca, semáforos inteligentes dão prioridade a bicicletas e autocarros para promover a sustentabilidade.

semaforos_bicicleta
Como muitos de nós (infelizmente) sabe, os horários dos semáforos desempenham um grande papel na forma como rapidamente nós deslocamos do ponto A para B. Na capital dinamarquesa de Copenhaga, as autoridades irão fazer algumas alterações na circulação a favor dos autocarros e bicicletas. Os seus novos programáveis, semáforos ‘inteligentes’ estão agora a dar prioridade automática para estes modos de transporte mais respeitadores do ambiente.

-Publicidade-

É chamado oficialmente de Intelligent Transport Systems Action Plan (Plano de Acção de Sistemas de transporte inteligentes), e o objectivo é óbvio: tornar a viagem mais rápida para quem utilizar transportes públicos ou bicicleta. Se o governo local conseguir tirar ainda mais pessoas fora dos seus carros, está no caminho certo para cumprir o seu objectivo de tornar Copenhaga numa cidade neutra em carbono até 2025. De referir que apesar de já quase 50 por cento da população de Copenhaga utilizar a bicicleta como seu transporte diário, o governo local é incansável quanto a tornar a cidade o mais verde possível.

greenwave_3

Este upgrade à sinalização da cidade já era ansiosamente esperado, pois os semáforos existentes estão em funcionamento há 35 anos. Agora estão prestes a ser substituídos por 380 semáforos inteligentes em toda a parte central da cidade. É parte de cerca dos 7 milhões de dólares de orçamento, que devem também beneficiar os condutores dos automóveis, por causa do fluxo de tráfego mais suave – mas não tanto quanto os passageiros dos autocarros ou ciclistas. Todos os semáforos instalados serão conectados a uma central, constantemente captando e analisando os dados que recebem com o intuito de minimizar o tempo de espera de todos os veículos.

Os passageiros dos autocarros devem ver uma redução de 5 a 20 por cento nos seus tempos de viagem, de acordo com funcionários da cidade, enquanto os ciclistas podem esperar completar as suas viagens 10 por cento mais rápido, em média. Além do mais, os autocarros de Copenhaga vão constantemente estar a reportar a sua localização, de forma a que os semáforos saibam onde anda cada veículo, fazendo os ajustes necessários para acelerar a sua deslocação caso esteja atrasado ou o inverso.

greenwave_4

A nova tecnologia também vai melhorar o conceito Green Waves, já em operação.
A cidade de Copenhaga estabeleceu o primeiro Green Waves para os ciclistas em 2007 em Nørrebrogade e, desde então, o conceito espalhou-se para outras artérias principais da cidade, evoluindo cada vez mais, em prol da fluidez e segurança de todos os veículos, inclusive as bicicletas. A ideia posta em prática é simples, coordenar os semáforos para ciclistas, para que se circularem a uma velocidade de 20 Km/h, vão ter luzes verdes por todo o caminho para a cidade na hora de mais tráfego da manhã e da tarde.

greenwave_1
A velocidade que foi escolhida para activar o Green Waves foi de 20km/h, afim de melhorar o fluxo de tráfego de bicicletas. A velocidade média dos usuários de bicicletas em Copenhaga é de cerca de 16km/h. Ao estar configurado para 20km/h incentiva alguns para pedalar um pouco mais rápido, mas também incentiva os ciclistas mais rápidos a desacelerar, a fim de beneficiar das luzes verdes.

O hardware atualizado irá incluir sensores para detectar quantos ciclistas se estão a aproximar das ciclovias, fazendo os ajustes necessários nos tempos de acordo com o número de bicicletas. Outra particularidade interessante, é que se as condições meteorologicas piorarem os sensores irão também priorizar velocidades de circulação abaixo dos 20km/h.

greenwave_path

Resumindo, estes sistemas vão garantir que o tráfego flua melhor para que o maior número possível de pessoas possam economizar tempo da forma mais ecológica possível, o Mayor do Trânsito e Gestão Ambiental, Morten Kabell, disse à imprensa. “Isso significa que Copenhaga não vai perder tempo no seu caminho de e para o trabalho e isso é um bom negócio.”

Copenhaga mostra desta forma, mais uma iniciativa para uma mudança do paradigma maior de que o carro é o principal meio de transporte.

Algumas das inovações em Copenhaga para os ciclistas!

 

 



1 COMENTÁRIO