Actualmente, a linha que separa as bicicletas de enduro das bicicletas de trail é muito estreita. As qualidades de uma bicicleta de enduro leve de há uns anos, estão agora presentes nas de trail tornando-as mais capazes do que aquilo que pensaríamos que fosse possível. Esta evolução, obriga a que os equipamentos e acessórios para produtos sejam cada vez mais versáteis e que possam ser um “faz-tudo”.

Análise ao MET Roam MIPS

O MET Roam foi desenvolvido tendo isso mesmo em conta, adequado a esta mudança de tendência, a MET criou um produto versátil para a demanda do cliente atual. O Roam tem uma parte traseira totalmente nova, para proteger essa área da cabeça e aumenta também a protecção dos impactos em torno de áreas delicadas, sem sacrificar a leveza que é procurada nestas modalidades. Este é o mais completo capacete de montanha da MET e está disponível nas versões Standard ou MIPS em oito cores diferentes.

-Publicidade-

 

Primeiras Impressões

O Roam é construído em três camadas, com um acabamento em policarbonato de aspecto muito robusto, e com um aro de plástico bastante resistente nas bordas. Com muitos orifícios para ventilação que fornecem um fluxo de ar suficiente para manter a cabeça fresca mesmo em dias quentes de verão.

O Roam apresenta uma protecção em plástico em toda a borda

Este modelo vem equipado com o sistema orbital SAFE-T, que nos permite um ajuste de 360º, 3 posições na vertical e duas posições na occipital. O sistema vem equipado com duas almofadas de silicone para melhorar o conforto nos pontos de contato com a cabeça. É compatível com cabelos longos (pigtail) e com uma luz led da MET, que podem comprar separadamente. (Podem ler a review da luz LED MET, aqui)

A retenção traseira inclui 2 apoios de silicone que melhora o conforto

A viseira é flexível, para dobrar em caso de acidente e também tem três posições possíveis, a mais alta delas fornece espaço para armazenar os óculos. O toque final é nos pontos de contacto laterais da viseira, onde existe uma aba de plástico adicional que mantém as alças dos óculos no lugar.

 

Conforto

O capacete torna-se muito confortável logo de imediato, já que os vários ajustes permitem um ajuste rápido e eficaz. A cabeça fica muito perto do capacete, o que faz com que se sinta o capacete bem seguro. Esta impressão pôde ser confirmada nos trilhos: onde o capacete ficou firme na cabeça e não se moveu, mesmo através de terrenos mais exigentes. A retenção é bastante boa, sem nunca ter sentido pontos de pressão ao redor da cabeça.

O acolchoamento do Roam é bastante confortável e providencia um apoio sem folgas

Nem mesmo uma hora depois, já nos esquecemos que estamos a usar um capacete tão robusto e com uma cobertura tão completa. Devido em grande parte aos seus 22 orifícios de ventilação que mantêm a cabeça fresca. O interior feito em poliestireno significativamente esculpido ajuda a direcionar o ar para os orifícios de saída traseiros. Mesmo em subidas lentas e longas, o Roam mantém a cabeça bem ventilada.

São 22, os orifícios de refrigeração espalhados por todo o capacete

A viseira, que tem três posições possíveis, nunca invade o campo de visão permitindo estar atento ao trilho e tudo o que nos rodeia, o que é uma grande vantagem. A carcaça também foi desenhada com duas aberturas superiores para uma perfeita compatibilidade entre a fita da câmara de acção e o acolchoamento interno, permitindo assim montar a gopro de forma rápida.

 

Segurança

O nível de cobertura de protecção à cabeça também é abundante, graças à parte traseira mais comprida e à saliência extra na zona das têmporas, este é mesmo “O” capacete para os trilhos exigentes. A pesar 365gr (versão MIPS), ainda é competitivo na balança e não deixa por mãos alheias a nossa segurança em caso de queda.

A versão que testamos com MIPS, oferece uma protecção adicional aos impactos. O MIPS (Multi-directional Impact Protection System) é uma camada móvel dentro do capacete, que numa fração de segundo, muda o sentido do impacto no cérebro. Desta forma, a parte exterior de um capacete MIPS absorve o impacto linear, enquanto a camada interior desliza absorvendo o impacto rotacional. Isto diminui bastante as probabilidades de uma lesão cerebral.

O sistema MIPS aumenta a a protecção em caso de queda

Outro pormenor inteligente é a a luz traseira LED, que é vendida em separado, mas vale a pena considerar a sua compra. Esta luz acopla-se ao sistema de retenção traseiro de forma segura e bastante discreta. Não incomoda ao pedalar nem ao regular o aperto do capacete. Quando é necessário aumentar a visibilidade, por exemplo na estrada, está sempre lá e é bastante útil.

Luz traseira LED que se encaixa à retenção do Roam

Veredicto

A escolha do capacete é sempre algo muito particular e a principal decisão na sua escolha é a forma como assenta na cabeça de quem o está a usar. A MET disponibiliza 3 tamanhos diferentes do ROAM para aumentar a sua compatibilidade, e no que diz respeito à nossa análise, o ROAM excedeu as expectativas e entra para a nossa lista de favoritos.

É a excepcional qualidade de construção e atenção aos detalhes que fazem o Roam destacar-se como um excelente e elegante capacete. É bastante confortável e o sistema de retenção de 360º fornece uma boa solução para a maioria dos ciclistas, permitindo que a tensão seja apertada sem criar pontos de pressão ao redor da cabeça.

O seu design oferece um excelente fluxo de ar e arrefecimento, característica esta que faz do MET Roam uma óptima escolha também para passeios longos. Graças às suas característica e compatibilidade com óculos de proteção, o Roam também é adequado para a prática de enduro.

A sua construção oferece muita cobertura à cabeça e o sistema MIPS adiciona ainda uma segurança extra no caso de impacto, diminuindo as probabilidades de uma lesão grave.

Pessoalmente, eu gosto do estilo do Roam e do seu ar robusto, tanto que este tornou-se no meu capacete diário. Quer seja para os trilhos ou não, este é um capacete muito versátil que oferece uma maior segurança para todas as casualidades.

Para mais informações, visitem o website da MET.

REVISÃO GERAL
Desempenho
9
Construção
9
Preço
8
Fundador e editor do bttclub.pt. Gosto dos desafios e da aventura que as duas rodas me proporcionam, mas acima de tudo gosto da liberdade do pedal! Nada se compara aquela sensação de pedalar na manhã fresca acompanhada do raiar do sol...