Esta é a primeira vez que uma fatbike consegue vencer uma etapa da Gaes Titan Desert by Garmin. Foi graças ao argentino Ignacio Gili, que cruzou a meta juntamente com o líder da corrida, com mais de 5 minutos de vantagem sobre a concorrência.

gaes-titan-2018-fatbike-2Hoje foi o primeiro dia de deserto puro e duro no Gaes Titan Desert, contam-se três dias dos seis que fazem parte da competição. Este dia do evento marroquino será especialmente lembrado por ser a primeira vez que uma fatbike vence uma etapa da corrida, sendo esta já a sua 13ª edição. Foi pelas mãos do argentino Ignacio Gili, que foi o primeiro a cruzar a meta, juntamente com o líder geral da prova, Josep Betalú, que novamente aumenta a sua vantagem na competição.

-Publicidade-

gaes-titan-2018-fatbikeA etapa de hoje tinha 122 km e um desnível de 1.089 metros, num típico dia de deserto entre Alnif e Rissani. Um dia de paisagens amplas e de redescobrir a essência desta corrida, com grandes trilhas de areia e muito pouca dificuldade técnica. Aproximadamente a meio da etapa, os atletas Josep Betalú e Ignacio Gili destacaram-se dos demais e a partir daí as distâncias só aumentaram e, apesar do fato de o grupo perseguidor ser numeroso, Betalú e Gili cruzaram a linha de chegada com mais de 5 minutos de vantagem.

O triunfo, com a permissão do líder, foi para o argentino Ignacio Gili, que escreveu uma página na história da corrida para ganhar em uma bicicleta “rodas gordas”. Algo que nunca tinha acontecido até hoje. Para Betalú foi um dia perfeito, visto que conseguiu aumentar as diferenças na tabela geral, recuperando o tempo que cedeu ontem em relação a Guillem Múñoz, o seu principal rival na geral e terceiro na etapa de hoje.