O português Tiago Ferreira foi hoje o 29.º classificado no Campeonato do Mundo de Maratona BTT (XCM), disputado em Itália.

Tiago-Ferreira-Campeonato-Mundo-MaratonasTiago Ferreira começou bem a prova, mantendo-se na cabeça de corrida durante a primeira hora e meia de prova, no entanto, a entrada no troço mais duro da prova de 102 quilómetros revelou-se fatal para as aspirações nacionais.

-Publicidade-

Foi incapaz de responder à mudança de ritmo dos homens mais fortes do dia. Na altura em que acontecia a seleção de valores, Tiago Ferreira perdeu o contacto com a frente da corrida.

Tiago Ferreira - Campeão do Mundo XCM 2016
Tiago Ferreira – Campeão do Mundo XCM 2016

O campeão mundial de 2016 e vice-campeão de 2017 esteve, desta vez, longe da discussão do pódio, sendo o 29.º a cortar a meta, a 16m20s do primeiro classificado. “O Tiago não teve um dia bom. Sensivelmente a meio da corrida não conseguiu seguir com os melhores. Começou por perder tempo, acabando por perder também algum ânimo, quando percebeu que não conseguiria bater-se pelo pódio. Isso explica que fosse perdendo posições até ao final”, explica o selecionador nacional, Pedro Vigário.

Este ano, a luta pelo pódio foi renhida. Só o sprint, nas últimas centenas de metros, foi capaz de hierarquizar o que os 4200 metros de acumulado de subida não conseguiram separar.

O mais forte nos metros finais foi o brasileiro Henrique Avancini, que concluiu a maratona em 5h08m28s, menos 2 segundos do que o austríano Daniel Geismayr e menos 7 segundos do que o colombiano Héctor Leonardo Páez, segundo e terceiro, respetivamente.

A Equipa Portugal também esteve representada por Luís Leão Pinto, que desistiu com uma lesão muscular, quando estava a fazer uma prova em crescendo, e por José Dias, que também abandonou.