A Shimano é o maior fabricante de componentes de bicicleta do mundo. Fabricam deste os cubos das rodas, pedais, passando pelos manípulos dos travões, corrente, cassete… é possível montar todo o sistema de transmissão e travagem de uma bicicleta só com componentes shimano. Neste guia, iremos listar a hierarquia das várias gamas shimano e fazer uma breve descrição de cada grupo para a prática de Todo o Terreno (Mountain Bike).

shimano-cycling-world

Afinal porque é que existem tantas dúvidas?

Além dos diversos grupos que a Shimano possui, existem ainda as versões das actualizações de que todos os componentes são alvo de tempo em tempo, herdando tecnologias superiores que apareceram antes nos grupos mais profissionais. Assim, o nome do modelo não muda, mas são produtos com desempenhos e tecnologia diferentes, por exemplo, uns travões XTR do ano 2000 continua a chamar-se XTR em 2016, mas o produto terá desempenho, desenho e compatibilidade totalmente diferentes.

Shimano-XTR-versoes
Todas são manetes XTR, mas de diferentes versões
-Publicidade-

A Shimano usa códigos para diferenciar as versões dos seus componentes. Por exemplo, uma manete de travão Saint, em 2017 tem o código BL-M820, e a manete da versão anterior, tem o código BL-M810. É diferente da atual BL-M820, apesar de todas serem manetes de travão Shimano Saint. As 2 primeiras letras das referencia do produto referem-se ao componente em si, por exemplo BL=BRAKE LEVER e depois segue-se a versão M820, daí BL-M820.

shimano-codes
Diversos exemplos de componentes Shimano e o seu código de produto.

Que Grupos Shimano existem para Bicicletas de Montanha e qual a hierarquia?

Shimano Tourney

Esta é a linha de componentes mais básica. Vem incluído em bicicletas de algumas marcas, mas é a gama mais baixa da Shimano. É um grupo de custo reduzido, mais simples para utilizações mais leves.

grupo-shimano-tourneyTrata-se de uma gama de componentes mais indicado ao uso de passeio urbano, com leves incursões na terra.

 

Shimano Altus

O grupo Altus destina-se para a prática de BTT casual e uso urbano. É um grupo extremamente básico, presente nas bicicletas em baixo custo. Uma boa solução para quem pretende ter componentes com a qualidade Shimano sem gastar muito dinheiro. Existe em versões com 7, 8 ou 9 velocidades na cassete que fazem conjunto com pedaleiro triplo e eixos de ponta quadrada.

grupo-shimano-altus
As manetes dos travões fazem a acção por cabo, indicando que o grupo é apenas compatível com discos mecânicos e V-Brake. Não funciona com sistemas de travão de disco hidráulico.

 

Shimano Acera

O Acera de 9 velocidades é grupo mais básico da Shimano em que é possível utilizar travões de disco hidráulicos. Voltado para o uso em BTT casual, mas um pouco mais fiável e com mais margem para um BTT mais exigente que o grupo Altus. Uma bicicleta totalmente equipada com o grupo Acera, já tem margem para umas “brincadeiras” em trilhos.

grupo-shimano-acera

 

Shimano Alivio

O grupo Alivio é o grupo de entrada da Shimano para uma prática de BTT mais frequente. Embora não tenha sido criado nem seja recomendado para provas (do foro amador), o modelo mais actual – M4000, reúne um pacote de tecnologias que permite um bom rendimento nos trilhos. Encaixa-se na gama baixa-média da Shimano.

grupo-shimano-alivioO alivio conta com travões a disco hidráulicos e os manípulos das velocidades podem ou não vir com manetes de travão integradas. O Pedaleiro tem eixo integrado e tem opção para três ou duas coroas, recebendo para este último, uma cassete 11-36.

 

Shimano Deore

Segundo a Shimano, o Deore M6000 é um grupo capaz de oferecer um bom desempenho, indicado para cross-country e trail em bikes rígidas ou full-suspension. É a gama média da Shimano. Este conjunto possui 10 velocidades na traseira, podendo ser utilizado com coroas duplas ou triplas, sendo que o cassete pode ter a combinação de até 11-42 dentes.

grupo-shimano-deore

 

Shimano SLX

O SLX é um grupo já com bastantes pormenores de uma alternativa de topo, está no patamar de gama média-alta. Vem com uma versão de 11 velocidades como nos grupos XT e XTR e além disso também existe a opção de utilizar apenas 1 coroa, embora existam pedaleiros duplos e triplos também.

grupo-shimano-slxAs pinças dos travões contam com a tecnologia Ice-Tech, que ajuda no arrefecimento do sistema e as cassetes ganham versões até 46 dentes. Esta última versão vem também com cubos com eixos passantes (E-Thru).

 

Shimano XT

Possivelmente o grupo mais conhecido da Shimano, o lendário Shimano Deore XT. Este foi o primeiro grupo na história a ser lançado exclusivamente para a prática de Mountain Bike – possui um pacote tecnológico realmente elevado, recebendo muitas tecnologias diretamente do XTR, o topo de gama da gigante japonesa.

grupo-shimano-xtO grupo pode ser encontrado nas versões 1×11, 2×11 e 3×11, com cassetes que chegam a ter pinhões de até 46 dentes. Encaixa-se na gama alta.

Além disso, o XT ainda possui sua versão Di2, atualmente batizada de série M8050. Assim como seu irmão mais velho, a versão eletrônica do XT também utiliza a tecnologia de trocas simultâneas Syncro-Shift, que opera os dois desviadores, dianteiro e traseiro, com apenas um manípulo.

 

Shimano XTR

O mais leve e tecnicamente mais avançado grupo da Shimano para praticantes de BTT. O grupo pode ser encontrado nas versões 1×11, 2×11 e 3×11, com cassetes que chegam a ter pinhões de até 40 dentes, este é o topo de gama da Shimano.

grupo-shimano-xtrO XTR possui duas versões: Race e Trail. A primeira é indicada para atletas de cross-country/maratona que priorizam o menor peso. Já a versão Trail é para um uso mais geral, com manetes de travão com regulações externas e pinças com tecnologia Ice-Tech.

O topo de gama da Shimano também pode ser encontrado com a tecnologia Di2 de cambio  eletrônico, tudo controlado pela APP E-tube.

 

Downhill e uso extremo

Com o passar dos anos e a evolução do BTT começaram a existir outras modalidades e outra práticas que pediam por componentes mais resistentes e com desempenhos e características diferentes. Assim a shimano criou grupos mais específicos para esse efeito.

Shimano Zee

Em comparação com o Saint, o Zee é um pouco mais pesado e não possui algumas tecnologias. Conta com 10 velocidades na traseira e pedaleiro com apenas uma coroa.

grupo-shimano-zeeO desviador traseiro possui uma estrutura mais reforçada, travã e caixa curta para manter a corrente sob controlo em situações extremas. Apesar de funcionar apenas com pinhões no máximo de 28 dentes, pode ser colocado um extensor para aceitar cassetes até 36 dentes.

 

Shimano Saint

O Saint está no topo da hierarquia para quem procura o desempenho do mais alto nível, indicado para a prática de Downhill. O pedaleiro tem apenas 1 coroa e, segundo a Shimano, é a peça mais forte da sua linha, aproveitando-se de muitas partes em aço.

grupo-shimano-saintJá o desviador traseiro tem um desenho diferenciado com caixa curta e com capacidade para cassete de 28 dentes, expansível para 36.

Em relação ao sistema de travagem, é constituido por pinças de 4 pistões de cerâmica que trabalham em conjunto com discos Ice-Tech para manter o máximo de rendimento.

Para Terminar…

Estes grupos, são os que actualmente são comercializados pela Shimano. Existem, como referido, diversas versões destes mesmos componentes que são revistos frequentemente e muita tecnologia dos topo de gama passam para os grupos inferiores em versões mais actuais. Este guia, serve principalmente para poderem ter uma ideia da hierarquia dos grupos e da gama em que se encaixam, pois podemos ter uma bicicleta toda equipada com shimano por pouco mais que €200 ou acima dos €1000, o grupo de cada componente fará toda a diferença.