Schurter terá novo parceiro para a exigente prova sul-africana. Conseguirá o vencedor da edição de 2017 repetir a vitória?

Nino teve a sua estreia na Cape Epic em 2010 onde terminou na 13º posição. Voltou em 2013 para terminar em 12º e em 2014 alcançou a 5ª posição da geral, conseguindo o seu primeiro Top10 na prova.

-Publicidade-

Voltou depois em 2017, a fazer parelha com Matthias Stirnemann, para deixar a concorrência 8 minutos de distância! Conseguiu a sua primeira vitória na Absa Cape Epic. No entanto, em 2018, com o abandono do seu parceiro (Matthias Stirnemann) logo na primeira etapa, a equipa Scott-Sram não teve qualquer hipótese de terminar a prova.

Nino Schurter a participar na Absa Cape Epic

Após a assinatura de Lars Forster pela Scott-SRAM, o parceiro ideal para o Absa Cape Epic parecia claro. Equipa maravilha, com o campeão do mundo de XCO e o campeão europeu XCO juntos… mas não será assim. Nino Schurter irá competir ao lado Andri Frischknecht, filho de Thomas Frischknecht, e membro da estrutura Scott-SRAM desde a sua criação.

Não será a primeira vez que Andri compete no Absa Cape Epic. Em 2017 também foi um ano de sucesso para ele, o ano da sua estreia, em que serviu de apoio à equipa Schurter-Stirnemann, mas ainda ganhou 2 etapas com Michiel van der Heijden, a terminar na 6ª posição da geral daquela temporada.

É verdade que a Andri Frischknecht deu um salto notável de qualidade em 2018, alcançando os melhores resultados até hoje. De que serão eles capazes juntos? De 17 a 24 de Março teremos a resposta, com mais uma edição da Absa Cape Epic.

A equipa da Scott-SRAM levará dois pares para a corrida. Lars Forster também irá competir, mas ainda não anunciou quem será o seu parceiro para este ano.